Buscar
  • Psicóloga Laura Regina O. Santana

A síndrome de Burnout, também conhecida como Síndrome do Esgotamento Profissional,


é um distúrbio psíquico e tem como principal característica o estado de tensão emocional e estresse crônicos - provocados por condições de trabalho desgastantes (físicas, emocionais e psicológicas).


. Várias são as consequências para o trabalhador: ausências no trabalho; agressividade; isolamento; mudanças bruscas de humor; irritabilidade; dificuldade de concentração; lapsos de memória; ansiedade; depressão; pessimismo; baixa autoestima; dor de cabeça; enxaqueca; cansaço; sudorese; palpitação; pressão alta; dores musculares; insônia; crises de asma; distúrbios gastrintestinais - sempre relacionados com a angústia e o desgosto com seu trabalho.


. Observando o quanto o trabalho envolve nossa vida e o quanto a nossa saúde física e mental está interligada com o emprego, percebemos a importância da Síndrome de Burnout finalmente ser reconhecida pela Organização Mundial da Saúde como uma doença relacionada ao trabalho.


. E o que isto muda na minha vida? Significa que, a partir de agora, a empresa e o INSS são obrigados a reconhecer o Burnout como doença, e a pessoa que está sofrendo com ela deve receber todo o suporte da saúde do trabalhador, licenças e afins. Uma vitória em prol da saúde mental de todos os trabalhadores.

*

#psicologia#autocuidado#autoestima#empatia#saudemental#psicoeducacao#felicidade#autoconhecimento#comunicacao#psilaurareginasantana

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo